O “cair na real” de todo pesquisador

Oi pessoal, tudo bem? Vamos nos atualizar sobre o andamento de nossa pesquisa?

Passado um semestre desde o início do mestrado, percebi (de maneira tranquila e responsável) que precisaria delimitar ainda mais parte do meu corpus de pesquisa. Para compreender a relação linguagem-identidade-trabalho na atividade do professor de Língua Portuguesa de ensino médio de escolas públicas de comunidades periféricas, havia decidido, a princípio, trabalhar com 6 professores de 3 escolas diferentes.

Compreendendo a importância da manutenção dos procedimentos teórico-metodológicos para a pesquisa (a análise dialógica do discurso e autoconfrontação simples e cruzada) e o conjunto de informação que delas se produzirão, decidimos em delimitar nossos sujeitos de pesquisa para 2 professores de 1 escola, escolhida considerando sua localização socioespacial, visando atingir salas de aulas com alunos de diferentes regiões periféricas, concentrados numa única escola.

Ademais, continuamos com a elaboração do questionário semiestruturado para utilização nas entrevistas com os professores, as quais devem ocorrer no início do ano letivo escolar no ano de 2023. Cabe lembrar que, além da aprovação da professora orientadora, submeteremos o questionário a uma outra docente do LAEL com experiência em questionários para contextos escolares.

É isso! Continue nos acompanhando e se quiser comentar ou colaborar com nossa pesquisa, entre em contato!

Nos vemos logo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

pt_BRPT
Portal da Ciência Aberta